Artigo 15 – Casamento – Gênesis 2: 18 e 24.

O que é casamento?

Convém lembrar que quando pensamos em casamento, não é uma ênfase ao sexo, mas ao crescimento populacional, pois assim foi a ordem do nosso criador, quando disse; ” crescei, multiplicai-vos e enchei a terra.”

Casamento é a união de dois seres opostos, e se não forem opostos, não há nenhuma razão para se chamar de casamento. É apenas um encontro de seres animados ou inanimados.

Em se tratando do único casamento que foi o criado por Deus, infelizmente, depois do pecado, não pode mais ter a perfeição, porque  os pares já veem com defeito. Logo, na imperfeição, não pode haver perfeição. O que acontece é uma acomodação, em decorrência de alguns fatores, que podem ser alcançados mediante vários ingredientes salutares inerentes a ambos, numa união legítima e legal em todos os sentidos.

O casamento é uma criação divina e é formado por um homem e uma mulher. E isto já vem como diz o dito popular: “no DNA de cada pessoa”. Tanto é que desde a tenra idade, percebe-se a afeição e aproximação das crianças em relação ao sexo oposto, fato que acontece naturalmente, e qualquer desvio para o contrário, é uma anomalia aberrática .

Casamento, por incrível que pareça, é a união dos desiguais.

Casamento, é a união dos racionais.

O casamento precisa ser abençoado pelo seu criador.

Casamento é a multiplicidade das espécies.

Por isso, Deus fez o homem e  mulher e disse:  ” Sede fecundos e multiplicai-vos…” Gênesis 1: 28.

Casamento, é a união de duas pessoas, homem e mulher, que se afeicionam gerando a seguir um sentimento profundo denominado amor.

Casamento, não segue a uma norma parametral.

Casamento é razão. É compromisso um com o outro.

Casamento é um encontro de sentimentos campartilhados.

Casamento é confiança um no outro.

Casamento é respeito mútuo.

É bom sempre ter em mente que o casamento é uma criação divina.  Tambem não é qualquer ajuntamento.

O casamento faz parte dos ideais de Deus.

O casamento é uma necessidade.

Casamento é obediência a Deus.

O casamento não pode seguir a um modelo. Você pode aprender com experiências de outros que alcançam sucesso.

Diante de todo este enunciado, consequentemente surgirá a pergunta: O que fazer para um casamento dar certo?

Sinto-me na obrigação de emitir alguns passos, embora você não tenha nenhuma obrigação de aceita-los ou concordar.

Para isto, Deus nos fez livres para escolhermos o que querem0s para nossas vidas

1 –  Pedir orientação a Deus, porque Ele é o autor. Não importa a que religião você pertença. E porque perguntar a Deus? Porque Ele fez o ser humano e o conhece por fora e por dentro. Logo,conhece todas as suas necessidades.

2 – Ter sinceridade e responsabilidade e nunca se esquecer do seu Criador. E depender sempre de Sua orientação.

3 – Fazer uma escolha racional. É bom sempre olhar a raiz familiar. Lembre-se: você tem que fazer a sua parte

4 – Não escolher por interesses financeiros, políticos ou outros.

5 – No relacionamento conjugal:

a) Desprezar a vaidade, orgulho, a soberba, o ar de superioridade e importância pessoal.

b) Evitar provocações.

c) Evitar reclamações banais, porque elas geram irritações.

d) Evitar disputas. Quem manda mais ,quem pode mais.

e)  Acordar resoluções. Isto é, todas as resoluções devem ser tomadas em comum  acordo.

f)  Esqueça o que viveu no passado, principalmente coisas ruins. 

g) Não viva o passado. Viva o presente, olhando e caminhando para o futuro.

h)  Não alimente o passado. Não use os problemas do passado como argumentos para os transtornos do presente. Faça o seu presente feliz, junto com seu cônjuge.

i)   Trabalhe insensantemente para que o seu casamento seja sempre uma bênção.

j)  Aprenda e ponha em prática o perdão sempre. O perdão é divino.

k)  Não insista no erro, por teimosia ou capricho.

l)  Busque sempre a humildade. Os humildes são sempre os vencedores.

Deus vos abençoe.

Pr. Valdemiro Simões.

14,473 total views, 4 views today

Comentários

Artigos relacionados

Categorias

Versículo Diário

(::)

Voltar ao topo